Seja bem vindo ao nosso fórum!

Para escrever seu primeiro texto, role a página e clique em “Você e sua poesia”.

Caminho de navegação do fórum - Você está aqui:Recanto da PoesiaPoesia social: Poesia socialAs criaturas de outro mundo
Please or Cadastrar to create posts and topics.

As criaturas de outro mundo

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer

Que dois mais dois são cinco.

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer

Que a orelha furou o brinco.

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer:

Que a floresta queimou o fogo,

Que as águas do mar são um desafogo,

Que as águas do mar correm para os rios,

Que os trabalhadores são parasitas vadios,

Que o escravo foi o culpado pela escravidão,

Que a mulher estuprada foi a culpada pela violação.

 

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer:

Que brasileiro é pior do que barata

Pode tomar banho no esgoto,

Porque esse escroto,

é um nó que não desata.

 

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer:

Que a calúnia e a difamação são liberdade de expressão,

Que a covid-19 foi só uma gripezinha, não foi nada não,

Que a ditadura militar jamais existiu

E que pagar os juros fortalece o Brasil.

 

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer:

Que a arma de fogo pariu uma vida,

Que a predadora pela presa foi comida,

Que os mais ricos estão iguais a pinto no ovo,

Que as forças armadas defendem os interesses do povo,

Que só passa fome quem não quer comer,

Que o ovo beliscou a galinha até ela morrer.

 

As criaturas de outro mundo daqui a pouco vão dizer:

Que o infinito é aquilo que se mede,

Que a terra é plana e o plano fede,

Que manipulação não existe, nunca existiu

E que o povo é quem manda no Brasil

Lia has reacted to this post.
Lia

Instalou-se um "Gabinete do Ódio", uma "Bancada da Bala" e os terroristas se multiplicaram.

admin has reacted to this post.
admin

2024 © Recanto da poesia - Todos os direitos reservados. | Políticas de privacidade