Seja bem vindo ao nosso fórum!

Para escrever seu primeiro texto, role a página e clique em “Você e sua poesia”.

Caminho de navegação do fórum - Você está aqui:Recanto da PoesiaPoesia social: Contos , crônicas.CONTO: A GRANDE VIRADA
Please or Cadastrar to create posts and topics.

CONTO: A GRANDE VIRADA

                    “A GRANDE VIRADA” 

 

Tendo já alguns anos de vida e, principalmente, de experiências passadas, o homem sabia agora o que queria e desejava. Levava uma vida cheia de tranquilidade e, vivia feliz. Tornara-se um escritor, um poeta, um criador de sonhos.

Assim vivendo, acabou percebendo que o amanhã tão esperado por muitos, na realidade não existia pois, a cada badalada da meia noite, o hoje surgia novamente e o ontem, desaparecia.

Por isso, não planejava muito, mas, sonhava bastante. Principalmente, com a realidade de seus desejos maiores.

Foi assim que, após vários anos, viu um de seus livros sendo editorado e publicado pela maior cidade do País.

Seu sonho havia se concretizado!

Estava feliz consigo mesmo e com todos os seus familiares que o admiravam muito.

Isso o encorajava bastante, pois o apoio deles era muito importante, nessa nova caminhada de vida.

Teve muitos transtornos durante esses seus anos de existência, foi muito ajudado e é muito ajudado ainda, por muitas pessoas e, também, por outros que conheceu nesse caminho.

Nada disso o impediu de dar continuidade a esse novo trajeto, a essa nova etapa, diferente, porém muito gratificante.

As vezes teve momentos de fraqueza e quando mais precisava, sua esposa ficava incentivando-o, ajudando-o em tudo que podia. Colocava cartazes pela casa toda, com palavras e frases de incentivo. Aquilo era, para ele, um elixir de sabedoria que o arrancava das tristezas e de momentos angustiantes.

O tempo foi passando, tudo foi melhorando e voltando ao que sempre desejou ser: uma pessoa normal como qualquer outra.

E assim, dia após dia, sempre vivendo aquelas horas com grandeza, foi-se tornando um novo homem, uma nova pessoa.

De tanto andar de cabeça baixa, com vergonha dos seus atos, pensava que seria impossível voltar a olhar ou começar a olhar as pessoas de uma maneira diferente, mais feliz, mais alegre, mais festiva.

Achava aquilo impossível pois nunca, nunca mesmo, havia agido de outra forma. Sempre triste, abalado, abatido, com vergonha de tudo e de todos.

Porém, um dia, resolveu levantar os olhos e começou a ver um mundo diferente. Com pessoas normais, cumprimentando-o, agradando-o, tratando-o como um ser humano normal.

De princípio, pensou tratar-se de uma brincadeira pois, no mundo que vivera até então, ninguém lhe dava crédito, a não ser quando tinha aquilo que todos estão em busca: o dinheiro. Quando este acabava, passava a ser um ninguém, esquecido e jogado à própria sorte.

Começou a entender que a felicidade existia e que estava agora bem próxima de si.

Sorriu!

Viu que começava a ser gente de novo e, novamente, o sorriso brotou de seus lábios, agora entreabertos e felizes.

Não tinha dúvidas, Deus existia.

Claro que Ele existia ou aquilo era só um sonho e que, com o passar do tempo, acordaria e se veria as voltas com toda aquela infelicidade e tristeza.

Foi ao banheiro, olhou-se no espelho e sorriu!

Sim, era verdade!

Ele o havia mudado. O transformara num ser humano amado e respeitado por todos.

Então começou a engatinhar na vida, pois muita coisa tinha acontecido que ele não tinha tomado conhecimento. A sua cidade crescera, as casas estavam mudadas, as pessoas estavam diferentes tudo, enfim, estava diferente.

No entanto, logo percebeu que “ele” é que mudara, “ele” é que se tornara outra pessoa, outro ser humano e, isso, o encorajou a continuar nessa bela caminhada que escolhera.

Começou a trilhar um novo caminho, a ter uma nova vida, novos amigos.

A família o apoiava, os amigos o apoiavam, todos queriam o seu bem, todos desejavam que ele conseguisse manter aquele belo estado que estava aos poucos, conseguindo.

Deu graças ao Criador, por essa grande vitória em sua vida, sempre com a ajuda Dele e de todos que o amavam e admiravam.

Traz sempre consigo lembranças de tempos idos quando, capengava pelas ruelas da vida, pelos becos sem saída e pelos caminhos que a nada levam.

Mas, somente, para não mais lá voltar.

Foi assim que, passados vários anos, tornou-se um escritor, um poeta e um criador de sonhos.

“É um viajante de campos e sonhos, de flores e cores, de caminho aberto e sorriso largo, de mente firme e coração puro”.

Hoje não vive de tristezas, vive de alegrias que enfeitam sua vida, de sua bela esposa, de seus filhos, nora, genros e netinhos.

Hoje, é feliz. Tem consciência da grandiosidade que é o ser humano e de que ele é capaz de tudo, se assim desejar.

Vive para a família, para os amigos e para aqueles “amigos especiais” que o ajudaram e o ajudam a sempre olhar para a frente e que lá, lá é que está a verdadeira paz de espírito e a felicidade.

Assim, caminha tranquilo, amparado por Deus e por seus Anjos, em quem confia como sendo, para ele, a única salvação.

 

 

JC BRIDON

 

 

Um belo relato de vida,O encontro consigo mesmo e a experiência de escrever o belo, o real, o mágico.

Parabéns!

2024 © Recanto da poesia - Todos os direitos reservados. | Políticas de privacidade