Seja bem vindo ao nosso fórum!

Para escrever seu primeiro texto, role a página e clique em “Você e sua poesia”.

Caminho de navegação do fórum - Você está aqui:Recanto da PoesiaPoesia social: Contos , crônicas.Talvez
Please or Cadastrar to create posts and topics.

Talvez

  1. Talvez

    Talvez aqui na Alemanha porque sou estrangeira e penso e ajo de forma diferente. A maioria dos alemães de mim porque sou brasileira, sou um ser humano gosto de rir, sorrir, brincar ser feliz porque tudo isso está em nós. Talvez por isso eu escreva poemas  e textos.

    Talvez por isto eu sempre me sinta feliz.

    A felicidade está dentro de nós e amar os outros é a melhor coisa que se pode fazer na vida.

    É muito importante que você seja quem realmente você é e mais importante ainda que possa oferecer as pessoa como algo bom para animá-la, quando estiverem infelizes, deprimidas ou tristes.

    Tudo o que sei é que posso tirar as pessoas  da depressão, talvez por que eu as ame, porque me importo com elas ou porque tenho algo de bom para lhes dar.

    Não se trata apenas de escrever, mas de ser humano e dar o melhor de si, que você tem dentro de si.

    Agora tenho mais tempo para as pessoas: as ouço, entendo, tento ajudar da melhor forma possível, porque afinal somos seres humanos e a humanidade precisa de cuidado e amor.

    Quando você está assim, só pode dar o que tem.

    Ativar os seus bons sentimentos, a sua atitude exemplar e dar mais amor aos outros é a melhor coisa que você tem para oferecer.

    Se você está desiludido com as pessoas. Talvez porque você deu muito amor a ela e ela não respondeu porque não tinha o que você esperava dela.

    Olhe par ao mundo e procure alguém que esteja disposto a lhe dar o que você deseja. Ainda há muita gente boa por aí. Procure alguém como você, tenho certeza que encontrará uma pessoa que tem tanto amor para dar como você a ela.

Muito bom texto

Compartilhar e ajudar sempre a melhor atitude para não ficarmos isolados e desolados do mundo. Saudações literárias

2024 © Recanto da poesia - Todos os direitos reservados. | Políticas de privacidade